CEO da Pfizer Não Tem Certeza Que a Vacina Irá Impedir as Pessoas de Transportar e Espalhar COVID-19

Apenas um dia depois que o Reino Unido se tornou o primeiro país ocidental a aprovar a inoculação, o CEO da Pfizer, Albert Bourla, disse que “não tem certeza” de que a vacina da empresa impedirá as pessoas de transportar e espalhar o vírus para outras pessoas.

Em uma entrevista na noite de quinta-feira com a NBC, o CEO expressou confiança na capacidade de “enviar vacinas dentro de 24 horas, basicamente [para qualquer lugar] nos EUA”. depois de receber autorização para uso de emergência da Food and Drug Administration, mas ele permanece inseguro quanto à capacidade da vacina de ser uma bala de prata contra pessoas que carregam e transmitem COVID-1984.

Leia também: Diretor da OMS Tornou-se Totalmente Ditador Comunista: as Restrições do COVID Continuarão Mesmo Após a Vacina

“Mesmo tendo a proteção, ainda sou capaz de transmiti-la a outras pessoas?” Lester Holt da NBC perguntou, ao que Bourla respondeu:

Eu acho que isso é algo que precisa ser examinado. Não temos certeza sobre isso agora.

No mês passado, a Pfizer anunciou que sua vacina – desenvolvida junto com a BioNTech – provou ser mais de 90% eficaz em dar imunidade. Embora essa estatística pareça notável, os pesquisadores alertaram que os testes clínicos não avaliaram se a vacina pode prevenir a propagação do vírus.

Relacionado:Médico Britânico: Não Se Deixe Enganar Por Todo o Espanto em Torno de Uma Terceira Onda de Covid-1984 – São Apenas as Ondas de um Vírus Que Está Desaparecendo

“Não sabemos se isso impede você de adquirir a infecção”, disse o Dr. Larry Corey, virologista do Fred Hutchinson Cancer Research Center, ao Business Insider.

Espera-se que o FDA tome uma decisão sobre a autorização de uso de emergência já em 10 de dezembro.

Moncef Slaoui, o principal conselheiro da Operação Warp Speed do governo dos EUA, previu na quarta-feira que mais de 100 milhões de americanos seriam vacinados contra COVID-1984 nos próximos 100 dias.

Leia também: ONDA DE MORTE POR VACINA: Governo do Reino Unido publica licitação para que o sistema de IA processe a inundação esperada de lesões e efeitos colaterais da vacina COVID-19, descritos como uma “ameaça direta à vida do paciente”

Considerando a falta de confiança não apenas do CEO da Pfizer, mas também de pesquisadores da área, sobre a potencial incapacidade da vacina em prevenir infecções e a disseminação do vírus, ainda será necessário saber quantas pessoas realmente tomam a vacina.

Uma pesquisa do STAT e do The Harris Poll mostrou em novembro que 6 em cada 10 americanos disseram que têm alguma ou muita probabilidade de receber a vacina Covid-1984 se isso diminuir o risco de infecção pela metade.

Pesquisas realizadas no Reino Unido mostram que cerca de 67% das pessoas dizem que são “prováveis” ou “muito prováveis” de receber a vacina se ela fosse voluntária, no entanto, se a injeção fosse obrigatória, esse número caiu para 65%.

Réelacionado: Dr. Wolfgang Wodarg e o Dr. Mike Yeadon: A Vacina Covid-19 é Esterilização Feminina

O Reino Unido deve começar a dar injeções da Pfizer a uma parte da população na próxima semana.


PlanetFreeWill.com


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: