Reino Unido: Advogados se Unem Para Lutar Contra a Política Draconiana do Governo de “Sem Vacina, Sem Trabalho” Para Assistentes Sociais

Os advogados se uniram para ajudar os assistentes sociais a lutar contra a decisão do governo de aplicar a vacinação obrigatória para entrar em uma casa de repouso, que foi votada na Câmara dos Comuns em 13 de julho de 2021.

319 deputados votaram a favor da moção, enquanto 246 votaram contra a alteração proposta à seção de Regulamentos do Coronavirus 2021 da Lei de Saúde e Assistência Social de 2008.

A nova legislação deve entrar em vigor a partir de outubro, o que significa que todos os trabalhadores domiciliares – a menos que estejam isentos do ponto de vista médico – serão obrigados a receber duas doses da vacina Covid-19 ou poderão perder o emprego.

Mas, felizmente, a ajuda está a caminho depois que a advogada Clare Wills Harrison se juntou à PJH Law. A equipe afirmou que começará trabalhando em conjunto para criar cartas para download para funcionários de assistência social que não desejam ser vacinados, como é de sua escolha. Bem como cartas para todos os funcionários que são informados de que devem fazer um teste de PCR ou Fluxo Lateral como parte de seu emprego.

Leia: Surpreendente Fraude do Teste COVID-19 Revelado

Clare Wills Harrison passou o último ano trabalhando incansavelmente para lutar por aqueles que foram mais afetados pelas políticas draconianas do governo que estão em vigor desde março de 2020. Uma dessas questões é o uso indevido de midazolam em lares de idosos e outros ambientes.

A advogada descobriu estatísticas chocantes sobre as prescrições do medicamento que é usado em “cuidados” de fim de vida desde o início de 2020, depois de ser informado do que estava ocorrendo em lares de idosos sob o disfarce de Covid-19.

A advogada Clare Wills Harrison fez este vídeo no ano passado que revela todos –

A PJH Law ganhou recentemente as manchetes graças ao seu apoio ao Dr. Sam White, no qual enviaram uma carta em seu nome ao Chefe do Executivo do NHS, Sir Simon Stevens. A carta apresentava alegações de ações ilegais por executivos do NHS, o governo do Reino Unido, Sage, a MHRA e outras autoridades.

A carta também foi enviada a Cressida Dick; o chefe da Polícia Metropolitana, Charlie Massey; a Chefe Executiva do General Medical Council, Kathryn Stone OBE; o Comissário para Padrões Parlamentares, e Lindsay Hoyle; Presidente da Câmara dos Comuns.

A carta foi enviada depois que o Dr. Sam White foi suspenso pelo NHS England em 26 de junho de 2021 por questionar publicamente os protocolos Covid-19 das autoridades.

As razões apresentadas para a suspensão do Dr. Sam White foram alegadamente inconsistentes, com a carta revelando que ele foi informado de uma coisa verbalmente e outra por escrito.

A PJH Law pediu a Sir Simon Stevens que tratasse a carta como “uma divulgação de interesse público ou denúncia no sentido de que levanta alegações de suposta conduta criminosa e violação de obrigações legais por aqueles que lideraram a resposta secreta”, mas eles ainda não receberam uma resposta.

As vacinas COVID-19 estão atualmente sob autorização de emergência apenas e estão sujeitas a investigação clínica contínua até 2023. A obrigatoriedade de vacinas experimentais sem dados de segurança de longo prazo e a isenção de responsabilidade para “Big Pharma” impede qualquer definição razoável de consentimento informado.

Este governo não se limitará aos assistentes sociais se eles puderem escapar impunes. Em seguida, eles virão buscar as famílias dos residentes de lares de idosos e, por fim, virão atrás de você. Felizmente, uma equipe de advogados já começou a lutar contra este movimento draconiano do governo, mas eles não podem parar isso por conta própria, a decisão de dizer não recai sobre você.

Fonte: DailyExpose.co.uk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: