Coca Cola Testa Positivo para COVID-19 no Parlamento Austríaco

Um parlamentar austríaco expôs a imperfeição dos testes COVID-1984 do governo, demonstrando no parlamento como um copo de Coca-Cola deu positivo para COVID-19.

Em imagens da reunião em Viena na sexta-feira, o secretário-geral da FPO, Michael Schnedlitz, traz um copo de Coca-Cola ao pódio, de onde ele coleta gotas para usar em um teste rápido de antígeno sendo usado em grande escala.

Relacionado: O Inventor do teste PCR, Kary Mullis, Conta a Verdade Sobre o Teste COVID-19 Defeituoso

Depois de ir ao púlpito e iniciar seu discurso, o político borrifou algumas gotas de cola no teste rápido corona. Três minutos depois, o teste mostrou um resultado: Coca Cola era COVID-19 positivo.

Depois de demonstrar um resultado positivo, Schnedlitz passa a considerar os testes um desperdício de recursos do contribuinte.

Sr. Presidente, é provável que tenhamos um problema agora, temos um teste de corona positivo no parlamento, ou seja, esta coca cola desencadeou um teste de corona positivo. Não sei como lidar com isso agora! Com coisas assim, você está jogando dezenas de milhões de euros em dinheiro de impostos pela janela, em vez de fornecer proteção real para idosos e lares de idosos, em vez de investir dinheiro em nossos hospitais. Os testes em massa do corona são inúteis! Isso também foi demonstrado por uma experiência simples no parlamento, em que uma coca cola teve um resultado positivo! Mas este governo preto e verde gasta dezenas de milhões em impostos precisamente nesses testes.

Anteriormente, o presidente da Tanzânia, John Magufuli, cada vez mais desconfiado da Organização Mundial da Saúde (OMS), decidiu investigar ele mesmo as alegações dos testes. Ele enviou para a OMS amostras de uma cabra, um mamão e uma codorna, todas deu positivo para COVID-19.

Por causa do grande escândalo de casos falso-positivos de COVID-19, o governo australiano cancelou um acordo de vacina contra coronavírus de bilhões de dólares com a empresa australiana de biotecnologia CSL Limited para fornecer 51 milhões de doses de uma vacina Covid-19 que estava sendo desenvolvida pela Universidade de Queensland após vários testes os participantes retornaram resultados falso-positivos do teste de HIV.

Refira-se que o tribunal de recurso português decidiu que os testes de PCR não são fiáveis e que é ilegal colocar as pessoas em quarentena apenas com base no teste de PCR.


GreatGameIndia.com


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: