3 de Maio, o Dia Internacional de Incendiar uma Torre 5G

Um grupo de ativistas da Internet declarou o dia 3 de maio de 2020 como o “Dia Internacional de Incendiar uma Torre 5G”. Eles têm usado hashtags como #burn5G, #burn5Gtowers, #destroy5G, #destroy5Gtowers, #Disable5GTowers, #kill5G, #kill5Gtowers e #teardown5G. Twitter, Facebook e YouTube têm trabalhado diligentemente para remover conteúdo, forçando-o a migrar para outras plataformas como Instagram, Telegram, 4Chan e Gab.

Contexto: As campanhas anti-5G estão ativas nas redes sociais desde 2015. Os defensores dessas campanhas também convocaram dias de ação para protestar contra a proliferação do 5G. Por exemplo, no ano passado, ativistas anti-5G realizaram dias de ação em 15 de maio de 2019, 26 de outubro de 2019 e 25 de janeiro de 2020. No entanto, esses eventos anteriores foram pequenos e não violentos por natureza, consistindo de algumas pessoas segurando cartazes e faixas. Esses apelos anteriores à ação não exigiam violência ou mesmo atos de desobediência civil, mas o teor do movimento anti-5G está mudando claramente na era COVID-19.

As teorias de conspiração que vinculam o 5G ao COVID se espalharam amplamente desde janeiro, e particularmente desde março, de acordo com uma pesquisa conduzida pela Moonshot CVE, uma iniciativa financiada pelo Google para combater o extremismo violento. Identificar o 5G como a causa do COVID ou como um agente que facilita a disseminação ou gravidade do COVID afetou os medos das pessoas e fez com que essas teorias da conspiração se tornassem muito mais disseminadas do que antes do início da pandemia.

Relacionado: O Motivo Pelo Qual Você Deveria Estar Aterrorizado com o 5G

Parece haver uma correlação direta entre esse aumento nas postagens de conspiração 5G nas redes sociais e os ataques incendiários dirigidos contra torres de telefones celulares. Desde 1º de abril, ocorreram vários ataques no Reino Unido, mais de uma dúzia na Holanda e outros ataques na Bélgica, Itália, Polônia, Chipre, Nova Zelândia e Estados Unidos. Quando combinados com a propaganda 5G, esses ataques parecem ser encorajando ações imitadoras.

As torres de telefones celulares são frequentemente bem visíveis, levemente protegidas e, como tal, representam alvos fáceis muito vulneráveis. Quando combinado com a quantidade de instruções sobre como conduzir ataques incendiários disponíveis na Internet, a barreira de entrada daqueles que desejam se envolver em tal atividade é bastante baixa. Há indícios de que as teorias da conspiração 5G/COVID estão sendo ampliadas nos EUA e na Europa por atores estatais como Rússia, Irã e China. A mensagem da conspiração 5G/COVID também foi adotada por antivacinas, antiglobalistas, anti-semitas, ultranacionalistas, adeptos do Q-Anon, apoiadores do Infowars e anarquistas, entre outros. As hashtags anti 5G são frequentemente acompanhadas por hashtags que promovem essas outras conspirações e ideologias, aumentando o perigo de que a questão COVID/5G possa levar as pessoas a explorar um conteúdo ideológico mais radical.

Relacionado: 26.000 Cientitas se Opõem ao Lançamento do 5G


Artigo completo:

TorchStoneGlobal.com


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: